Conecte-se com a gente

Jundiaí

Quem são os pré-candidatos à Prefeitura de Jundiaí em 2024

Confira a lista de quem já se apresenta como pré-candidato

Redação

Publicado

em

Pré-candidatos à Prefeitura de Jundiaí em 2024

Desde o início de 2023, possíveis nomes para concorrer à Prefeitura de Jundiaí circulam na esfera política. Até agosto de 2024, prazo para que as candidaturas sejam registradas pelos partidos, novos nomes podem surgir.

Alguns pré-candidatos vão fazer alianças, outros estão ali para ganhar visibilidade, e há ainda os que são lançados como “balão de ensaio” para analisar a aceitação e o apoio no mercado político e da população. Dependendo do resultado, eles acabam seguindo no jogo, trabalhando para ganhar musculatura, ou se retirando antes mesmo da disputa.

“É como se fosse um jogo de xadrez, com peças e diferentes funções. Os partidos vão colocando no tabuleiro e vendo como essas peças se movem. Nesse jogo, muitos nomes devem sair e outros surgir”, analisa o cientista político Paulo Baía. 

Confira, em ordem alfabética, os nome dos pré-candidatos à Prefeitura de Jundiaí:

Alexandre Pereira (Solidariedade)

alexandre pereira

Ex-deputado estadual de São Paulo de 2019 a 2023, Alexandre Pereira é estava ocupando o cargo de diretor-geral da Fundação Paulistana de Educação, Tecnologia e Cultura, ligada à Prefeitura de São Paulo. Alexandre é filho de Paulinho da Força.

Em 2018 foi candidato a deputado estadual e obteve 49.741, sendo eleito. Em 2022 tentou se reeleger, sem êxito, conquistando 47.532 votos.

Felipe Pinheiro (REDE)

Felipe Pinheiro é historiador e ex-dirigente do PDT Estadual. Além de ter sido um dos fundadores do Movimento Renova Jundiaí, que em 2019 fez um grande barulho com a CPI dos Ônibus.

Agora porta-voz da Rede Sustentabilidade, um dos nove partidos de esquerda que estavam dialogando para criar uma frente contra o candidato do prefeito, Felipe pode ser o candidato da terceira via ou até uma candidatura de polarização.

Gustavo Martinelli (UNIÃO)

Atual vice-prefeito, Gustavo foi deixado de escanteio por Luiz Fernando Machado. Envolvido em um imbróglio judicial por conta do período que foi presidente da Câmara de Vereadores, Martinelli pode ficar inelegível, segundo outros veículos de informação [1].

A sucessão natural, de prefeito para vice, imaginada por muitos munícipes, não é o desejo do atual prefeito, que escolheu o secretário de Finanças, José Parimoschi para apoiar. Para alguns, a atitude foi vista como traição, já que além de não apoiá-lo, o fogo amigo tem sido frande.

José Antônio Parimoschi (PL)

Parimoschi é Secretário de Governo e Finanças de Jundiaí e tem como certa a sua candidatura pelo partido do ex-presidente Bolsonaro com apoio de Luiz Fernando, atual chefe do executivo.

O atual secretário e possível candidato já pode ser visto por aí em outdoors, jornais e panfletos distribuídos pela cidade com fotos de Luiz e José.

Ricardo Bocalon (PSB)

Com apoio de Márcio França, o ex-prefeito de Itupeva e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação de SP, Ricardo Bocalon, é pré-candidato à Prefeitura de Jundiaí com apoio do PDT. Outros apoios podem ocorrer, já que ainda se aguarda um posicionamento da federação partidária formada pelo PT-PCdoB-PV.

Silas Feitosa (PRTB)

O professor universitário Silas Feitosa foi escolhido para encabeçar a chapa do PRTB, tendo o ex-vereador Felisberto Negri como seu companheiro de chapa. Esta não é a primeira incursão de Feitosa na política local, tendo concorrido sem sucesso às posições de prefeito em 2020 e de deputado federal em 2022.

Com 50 anos de idade, Silas Feitosa acumula mais de um quarto de século de experiência na vida pública de Jundiaí, onde sempre desempenhou um papel discreto nos bastidores. Além de suas atividades políticas, Feitosa é professor universitário, ministrando aulas nas áreas de ciência política e economia.

Notas
1. Nenhum dos citados acima é oficialmente candidato. Só podemos tratar como candidatura oficial quando realizada a convenção do partido/federação.
2. Esta matéria será atualizada constantemente. Informações serão inseridas para futuros candidatos e retiradas para os desistentes.

Continuar Lendo
PUBLICIDADE