18/11/2018 | 10:07
Artigos

População do interior do país está mais satisfeita com a vida, aponta pesquisa

100leituras

De acordo com índice da Confederação Nacional da Industria (CNI), é também nessa região que as pessoas têm menos medo de perder o emprego

Muitas pessoas de grande metrópole, quando viajam por um tempo para cidades do interior, seja nas férias ou em algum período mais curto, como a emenda de um feriado, alegam retornar com as energias renovadas. A afirmação faz mais sentido ainda quando com os dados do Índice de Satisfação com a Vida, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostram que a população dessas cidades está mais satisfeita com a vida que tem. Em uma escala de 0 a 100, a pontuação conquistada pelo interioranos foi de 66,9 pontos, enquanto nas capitais foi de 64,7 e, nas periferias, 62.

A Cemara Loteamentos, empresa que atua na área de desenvolvimento urbano em diferentes cidades do interior de São Paulo, é uma grande defensora da qualidade de vida nessas regiões. “Apoiamos nossos projetos no propósito de melhorar a mobilidade dos habitantes daquela região, adequando os espaços ao perfil e interesse de cada um. Assim, garantimos uma maior qualidade de vida a eles”, diz Raquel Dei Santi, arquiteta e urbanista da Cemara. De acordo com ela, seus loteamentos têm fácil acesso a escolas, hospitais e áreas de lazer.

Raquel ainda reforça que os ambientes de lazer dessas cidades podem ser grandes aliados à qualidade de vida da população. “Áreas verdes, como praças e parques, estão retomando seu status como espaços de convivência social e familiar. Cidades do interior costumam ter mais lugares como esses, além de menos prédios e congestionamento e isso pode ser um fator que garante uma maior satisfação dos habitantes”, explica.

Leave a Response